+
 
Marly Vasconcelos
Atual da Cadeira 7
 
Por José Murilo Martins 
in POETAS DA ACADEMIA CEARENSE DE LETRAS
 
 
 
Marly VasconcelosMARLY VASCONCELOS
 
Marly Sales Vasconcelos nasceu em Fortaleza no dia 5 de julho.
 
Bacharel em Direito e licenciada em Letras pela Universidade Federal do Ceará, ministrou conferências e aulas de Literatura Brasileira e Literatura Infantil na UFC.
 
Poetisa que possui “o toque mágico e simples dos grandes poetas, com sua linguagem própria que chega e conquista o leitor, também apaixonado” (Fagner).
 
Colaborou com os jornais O Povo e Jornal de Cultura da UFC e com as revistas Pássaro, Siriará e Revista da Academia Cearense de Letras.
 
Publicou os seguintes livros de poesias: Água insone, 1973; Cãtygua proençal, 1985; Sala de retratos, 1998; e Azul-cobalto, 2002, (obteve classificação especial na categoria Literatura Juvenil, no Concurso Nacional de Literatura João-de-Barro, Belo Horizonte). Romancista, publicou em 1982 o livro Coração de areia, o qual recebeu Menção Honrosa do Prêmio Graciliano Ramos, da União Brasileira de Escritores, Rio de Janeiro.
 
O celebrado poeta cearense Francisco Carvalho também teceu expressivos comentários sobre a poetisa: “De 1973 a 1985, Marly Vasconcelos publicou apenas dois livros de poemas. Isto foi o bastante para colocá-la entre o reduzido grupo daqueles que fazem da poesia um exercício permanente de beleza e de aceitação das nossas fragilidades existenciais”.
 
Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 22 de março de 1990, ocasião em que foi saudada pelo romancista João Clímaco Bezerra.
 
Ocupa a vaga deixada pelo escritor Nertan Macedo, cadeira número 7, cujo patrono é o jurisconsulto Clóvis Beviláqua. Foi a primeira a tomar posse no Palácio Luz como sede da academia.
 
 
 
 
(85) 3226-0326 / 99703-1133
acdeletras@gmail.com
 
Copyright © 2015
D7W Design