MANOEL SOARES DA SILVA BEZERRA

Posição Patrono
Categories: Cadeira 26, Patronos

Manuel Soares da Silva Bezerra nasceu na antiga vila do Riacho do Sangue, depois Frade, atualmente município de Jaguaretama-Ce, em agosto de 1810.

Patrono da cadeira 26 da Academia Cearense de Letras.

Filho de Antônio Bezerra de Meneses e Fabiana de Jesus Maria Bezerra de Meneses. Era irmão de Adolpho Bezerra de Meneses, médico e espírita famoso.

Bacharelou-se pela Faculdade de Direito de Olinda, em 1836. Foi deputado provincial em duas legislaturas (1840 a 1843 e 1870 a 1873), tendo sido presidente da Assembleia Provincial. Deputado geral (1845-1847). Presidiu a Câmara Municipal de Fortaleza. Foi também vice-presidente da Província, juiz municipal em Quixeramobim, professor do Liceu do Ceará, inspetor da Instrução Pública, procurador fiscal da Tesouraria da Fazenda, inspetor do Tesouro Provincial, cargo em que se aposentou, em 1874.

Recebeu do Papa Pio IX a comenda da Ordem de São Gregório.

Era latinista profundo e amante das questões filosóficas, além de jornalista.

Faleceu em 29 de novembro de 1887.

Obras principais: Compêndio de Gramática Filosófica (1861); Os dogmas políticos de Cristo (1864); O Inferno (1868); Compêndio de Gramática da Língua Nacional (1877); Questões de Gramática Filosófica (1881); O que é Protestantismo (1884);

FONTE: GIRÃO, Raimundo. A Academia de 1894.