Virgílio Maia

Posição Atual da Cadeira 6
Categories: Atual, Cadeira 6, Membros
Virgílio Nunes Maia nasceu em Limoeiro do Norte, Ceará, no dia 7 de março de 1954.

Bacharel pela Faculdade de Direito e mestre em Direito pela Universidade Federal do Ceará. Advogado militante e, desde 2003, é membro da Comissão de Cultura da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção do Ceará.

O acadêmico Artur Eduardo Benevides, Príncipe dos Poetas Cearenses, assim se expressou sobre Virgílio Maia: “Sois, em verdade, um admirável poeta, a trabalhar, diuturnamente, com o luar das palavras, na criação de uma mensagem que terá permanência pela beleza do conteúdo e segurança da forma, o que vos credencia ao nosso respeito e admiração como uma das figuras de maior expressão da Poesia Cearense contemporânea”.

Ingressou na Academia Cearense de Letras no dia 29 de novembro de 2004, ocasião em que foi saudado pelo poeta Artur Eduardo Benevides. Ocupa a vaga deixada pela escritora Natércia Campos, cadeira número 6, cujo patrono é Antônio Pompeu de Souza Brasil. É membro da Academia de Letras e Artes do Nordeste Brasileiro e da Academia Limoeirense de Letras.

Obras publicadas: Palimpsesto (1994), indicado para o vestibular da UFC nos anos de 2004 e 2005; España – doce ciudad y una aldea(1997); Inscrição mural (2000); Rudes brasões (2004); Breve memória dos fortes do Ceará. Participa de várias antologias.Obras publicadas: Palimpsesto (1994), indicado para o vestibular da UFC nos anos de 2004 e 2005; España – doce ciudad y una aldea(1997); Inscrição mural (2000); Rudes brasões (2004); Breve memória dos fortes do Ceará. Participa de várias antologias.